biblioteca

O espaço urbano é um objeto sedutor. A complexidade da cidade carrega consigo uma infinidade de possibilidades, de sonhos, de desejos, de histórias e perspectivas. Quem olha para esse objeto vê uma miríade de histórias possíveis, vê narrativas. Para buscar essas histórias, a cidade é narrada, filmada, fotografada, desenhada, cantada, esculpida, dançada. Ela é representada.

A importância de representar a cidade (e as coisas em geral), se dá pela necessidade de reconhecermos essa cidade, esses objetos. É como se precisássemos nos afastar um pouco para conseguir ver à distância aquilo em que estamos imersos. As artes, e a cultura de modo geral nos oferecem uma infinidade de representações da cidade, sob as mais diversas perspectivas. Cada uma revela uma porção, uma narrativa que, quando somadas, formam algo mais do que o todo inapreensível do espaço urbano.

Esta biblioteca (atualizada constantemente) constitui um banco de dados de conceitos, teorias e práticas caros à Rasante. Esperamos que as compilações que preparamos ajudem a compor o entendimento do universo estético e intelectual do que chamamos arte e cultura das (e nas) cidades; e também que este olhar através da arte sirva para acionar novas formas de pensar o espaço vivido compartilhado.

Aqui, compilamos uma série de listas de obras que representam a cidade em diversas linguagens. Como o cinema retrata uma cidade? Como a canção retrata o espaço urbano? E a poesia, o teatro, os quadrinhos? De que outras maneiras é possível narrar a cidade?


canção
música instrumental
ilustração e hq
literatura
cinema
Aqui compilamos uma série de livros teóricos sobre espaço urbano, cultura e arte, que servem de base para nossas práticas e estudos na Rasante. Alguns deles você encontra o arquivo em PDF para download.
teoria
teoria + download